HAITI

O IPDAL expressa o seu repúdio e as mais sentidas condolências ao Estado e ao povo do Haiti pelo assassinato do Presidente Jovenel Moïse.



Moïse, de 53 anos, foi baleado em casa no dia 8 de julho de 2021, bem como a sua mulher, que sobreviveu. Já em fevereiro, o Presidente do Haiti tinha recebido ameaças de morte.

O pais das Caraíbas, que faz fronteira terrestre com a República Dominicana, encontra-se numa crise política, securitária, económica e social desde 2018. Contudo, desde o início de Janeiro que a situação se agravou, levando o Presidente a governar maioritariamente por decreto.

As autoridades de Port-au-Prince informaram que a polícia matou quatro suspeitos e prendeu outros seis.

O Primeiro-Ministro interino Claude Joseph declarou o Estado de Sítio durante 15 dias.

O IPDAL irá continuar a acompanhar a situação no pais.



Créditos Fotografia: EPA. Fonte: https://www.bbc.com/news/world-latin-america-57758864

17 views0 comments