II MAFRA DIALOGUES VIU PRESIDENTES DA COLÔMBIA E TIMOR-LESTE DISCUTIR A PAZ

A segunda edição da iniciativa «Mafra Dialogues - Diálogos Estratégicos para a Diplomacia da Paz» contou com a participação do Presidente da Colômbia, do Presidente-Eleito de Timor-Leste, e dos Ministros da Defesa do Brasil e Uruguai.

O evento, co-organizado com a Câmara Municipal de Mafra e apoiado pelas Embaixadas da Austrália, Canadá, Centro Económico e Cultural de Taipei e Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, teve ainda a participação de vários especialistas nas matérias de Women, Peace & Security e grandes desafios à paz global, os dois temas desta edição.


Na abertura, o Presidente do IPDAL, Dr. Paulo Neves, destacou a importância dos valores ocidentais da Liberdade, Democracia e respeito pela Soberania Nacional, para além da necessidade de soluções comuns e multilaterais para os grandes problemas globais.


O primeiro dia de trabalhos ficou marcado pela intervenção do Presidente da Colômbia, Iván Duque.


Os ministros da Defesa do Brasil, General Paulo Nogueira de Oliveira, e do Uruguai, Javier Garcia, detalharem os esforços feitos pelas forças armadas dos seus países em missões de apoio à paz.


Além disso, contou ainda com um painel dedicado aos grandes desafios à paz global com a participação do Comandante do Instituto Universitário Militar, General António Martins Pereira, o Conselheiro do Alto Comissário para os Refugiados, Athar Sultan-Khan e o CEO do think tank Institute for National Defense and Security Research, Chen-wei Ling.


Depois duma discussão sobre paz na Europa de Leste com a professora e analista Diana Soller e o diretor em Portugal da Amnistia Internacional Pedro Neto, os trabalhos foram encerrados com uma intervenção da Secretária-Geral Assistente das Nações Unidas para o Apoio ao Peacebuilding, Elizabeth Spehar.


O segundo dia viu o Núncio Apostólico em Lisboa, D. Ivo Scapolo, ler uma mensagem de paz do Papa Francisco, assinada pelo Secretário de Estado da Santa Sé, o Cardeal Pietro Parolin. A missiva salientou a necessidade do multilateralismo e a defesa da diplomacia da paz como as melhores formas de favorecer o entendimento entre povos e assim evitar conflitos.

O Presidente da Comissão Parlamentar de Defesa Nacional, o deputado Marcos Perestrello debateu o conflito na Ucrânia com o Presidente do IPDAL, Dr. Paulo Neves.


Destaca-se ainda o painel dedicado aos desafios de implementar a agenda Women, Peace & Security a nível local e global, que contou com a participação de Rafaela Miranda, vice-presidente da Youth Atlantic Treaty Association, Aldevina Rodrigues, vice-presidente da Câmara Municipal de Mafra e Mónica Ferro, diretora em Genebra do Fundo da ONU para as Populações.


Em seguida o Secretário-Geral Adjunto do G7+, Habib Mayar, o diretor para a Europa do prestigiado think tank australiano Institute for Economics and Peace, Serge Stroobants, e o professor e analista Felipe Pathé Duarte discutiram a prevenção de conflitos numa Europa em guerra.


O encerramento do evento foi feito por Athar Sultan-Khan, que discursou sobre a importância do diálogo e da diplomacia para se conseguir chegar à paz.


O II «Mafra Dialogues» decorreu nos dias 21 e 22 de abril, no Palácio Nacional de Mafra e em formato online.


35 views0 comments