XI TRIÂNGULO ESTRATÉGICO INAUGURA DEBATE SOBRE GUERRA NA UCRÂNIA

Updated: Mar 14

O XI Encontro “Triângulo Estratégico: América Latina – Europa - África” foi a primeira iniciativa em Portugal a debater a invasão russa da Ucrânia.

Realizada nos dias 23 e 24 de fevereiro de 2022, esta 11ª edição do “Triângulo” contou com a participação do Presidente da República de Cabo Verde, da Vice-presidente da Colômbia e do Ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal.

O evento, dedicado ao tema “Modelos Democráticos e Crescimento Económico no Espaço Atlântico”, começou por analisar os grandes desafios enfrentados hoje pelas democracias liberais, bem como as melhores abordagens para os resolver, de forma a garantir a continuidade desta forma de governo.


Debateu-se ainda a importância do multilateralismo como mecanismo internacional de resposta às várias dificuldades socioeconómicas que assolam os países, focando-se na triangulação entre América Latina, Europa e África, que tem em Portugal um ator fundamental na articulação e conciliação dos vários interesses. Foram ainda discutidas as perspectivas de crescimento económico no mundo pós-pandemia.

Contudo, a guerra na Ucrânia acabou por estar presente em todos os painéis, tornando esta edição do Triângulo Estratégico a primeira conferência internacional a tratar o tema, tanto na véspera como no próprio dia do início da invasão russa. As conclusões foram unânimes, repudiando-se a ação militar mas salientando-se a necessidade de se manterem abertos canais diplomáticos com a Rússia, para se poder chegar a uma conclusão pacífica para a guerra iniciada por Moscovo.


Mais do que nunca se afirmou a necessidade imperativa dum multilateralismo triangular para lidar com os efeitos que situações como esta têm a nível global, olhando especificamente para o que significa para o eixo Sul-Sul.


O XI Triângulo Estratégico América Latina – Europa – África contou com a presença da Universidade Europeia, SEGIB, Fundação Friedrich Naumann, Fundação EU-LAC, CAF - Banco de Desenvolvimento da América Latina, CESO, Real Instituto Elcano, Institut Royal des Études Strátegiques, entre vários outros.


34 views0 comments