• IPDAL

Portugal bate recordes no Turismo Internacional

SALDO POSITIVO SUPERIOR A 5 MIL MILHÕES DE EUROS São os números mais altos da história do turismo português: 2011 foi o ano em que os turistas estrangeiros mais dinheiro deixaram em Portugal, em que os portugueses mais gastaram nas suas deslocações fora-de-portas e em que o saldo positivo entre despesas e receitas foi mais elevado para a balança nacional. De acordo com números do Banco de Portugal, o indicador que verificou o maior crescimento foi o saldo entre gastos e ingressos de capital: aumento de 523,5 milhões de euros (11,3%), para atingir um montante de 5.171,99 milhões de euros. Esta subida explica-se sobretudo do lado da receita: os estrangeiros que visitaram Portugal em 2011 gastaram um total de 8.145,5 milhões de euros, o que significa um aumento de 544,28 milhões (7,2%) face a 2010. Apesar da conjuntura recessiva, as despesas dos portugueses em viagens e turismo externo tiveram um aumento de 20,7 milhões de euros (0,7%,) para 2.973,56 milhões. Com estes números, Portugal reforçou a tendência de 2010 (aumento de 10,8% do saldo entre despesas e receitas, para 4.648,4 milhões) e voltou a ter crescimento a dois dígitos, com o qual superou, pela primeira vez desde que há registos, os cinco mil milhões de euros de saldo positivo na balança comercial turística.

0 views0 comments